Etapas Para Abrir Uma Empresa

Quais são as etapas para abrir uma empresa?

Se você considera iniciar um novo negócio, é preciso saber quais são as etapas para abrir uma empresa.

O empreendedorismo é um tema que está em alta, principalmente com o advento da crise política e financeira, que alcançou seu pico em 2016 e continua alcançando novos picos no ano de 2017.

Para se tornar um empreendedor de sucesso, é imprescindível que a ideia por trás do negócio seja muito boa.

Entretanto, mais que ter uma boa ideia, é necessário conhecer uma série de processos que, caso não sejam seguidos, implicarão em atrasos e outras consequências que prejudicarão o empreendedor.

As etapas para abrir uma empresa são divididas nos processos de:

  • Planejamento;
  • Documentação;
  • Início das operações.

Mas, isso não significa que quando uma fase começa, outra termina. As etapas para abrir uma empresa podem se intercalar. Para compreender melhor, vamos abordar cada um deles!

AS ETAPAS PARA ABRIR UMA EMPRESA

O primeiro processo é o planejamento. Aqui está o segredo para o funcionamento do negócio, não só no momento que sucede a abertura, mas durante toda a operação!

E, por planejamento, entenda que estamos falando do desenvolvimento da ideia central do negócio, um estudo detalhado do mercado e do público-alvo, questões financeiras e a contratação de pessoal especializado para agilizar o processo de abertura.

O PLANEJAMENTO – A PRIMEIRA DAS ETAPAS PARA ABRIR UM NEGÓCIO

Já falamos de como o planejamento é imprescindível. Já mencionamos o que essa etapa engloba.

Agora, vamos adentrar no assunto!

ENTENDENDO O MERCADO

Se você já possui uma ideia para abrir a sua empresa, será preciso pesquisar o mercado. Digamos que, por exemplo, você decide investir em uma loja de calçados.

Então, o seu público-alvo será composto por pessoas que precisam ou querem comprar calçados.

Você também pode oferecer uma especialidade. Isso significa que oferecer produtos voltados para um público específico, que pode ser consumidores que buscam tamanhos maiores ou funções ortopédicas.

Independente do tipo de negócio, será preciso entender quais as necessidades e desejos das pessoas que irão adquirir os seus produtos.

  • Quem será o seu consumidor?
  • Qual a faixa etária, em média?
  • Quanto estará disposto a gastar?
  • Que tipo de produtos busca?
  • Quais os concorrentes?

Essas são algumas perguntas que você, como empreendedor, deverá fazer a si mesmo. Levantar essas informações será fundamental para definir o direcionamento da sua marca.

Boa parte dessas informações pode ser levantada ao estudar a região na qual você deseja atuar, incluindo dados sobre a concorrência.

Compreender o mercado também envolve pesquisar o crescimento do setor escolhido e as previsões. É uma forma de compreender se iniciar o negócio é uma boa ideia.

Parte da etapa do planejamento inclui garantir que existirá verba para realizar todo o processo. E para isso, é preciso considerar:

  • O tamanho do imóvel;
  • Os equipamentos que precisarão ser comprados;
  • Fornecedores;
  • Serviços de terceiros.

É importante que o tamanho do imóvel atenda as necessidades do seu planejamento. Ele deverá ser escolhido de acordo com a demanda, por isso, depende do estudo de mercado.

O mesmo pode ser dito dos equipamentos. Se você produzir os itens que venderá, como em uma padaria, por exemplo, precisará investir em equipamentos industriais, computadores, refrigeradores e etc.

No caso de negócios que distribuem produtos já prontos, os investimentos serão direcionados a outros tipos de equipamentos, mas isso não significa que o valor investido será menor.

E isso nos leva a outro ponto: os fornecedores. É imprescindível fazer uma pesquisa que inclua todos os fornecedores possíveis, analisar os custos necessários e o diferencial de cada um.

Dentro do serviço de terceiros, é preciso contabilizar possíveis gastos com a manutenção, caso seja necessária. Além disso, é ideal que o empreendedor considere a contratação de uma contabilidade especializada no seu negócio.

Ao contratar um contador especializado, todas as etapas para abrir uma empresa podem ser agilizadas e facilitadas. Todo o planejamento financeiro, tributário e questões relacionadas à documentação para abertura e finanças da empresa, estarão nas mãos de alguém com amplo conhecimento do mercado e das obrigações que um empresário deve ter com o fisco, por exemplo.

A DOCUMENTAÇÃO

Essa parte varia de empresa para empresa. É preciso consultar quais documentos são necessários para a regularização de cada negócio. Entretanto, existem alguns padrões a serem seguidos, como a aquisição do CNPJ, por exemplo.

Dependendo do tipo do negócio, será preciso obter documentos específicos para a região que você irá atuar, como questões ambientais.

Obter todos os documentos leva tempo. Portanto, é necessário investigar a documentação que você deverá ter em mãos, a fim de evitar atrasos.

Uma saída para evitar a burocracia é contratar um contador especializado no seu negócio, conforme já mencionamos.

O INÍCIO DAS OPERAÇÕES

A etapa final acontece após a abertura da empresa. Agora, seu negócio estará pronto para funcionar!

Colete opiniões dos seus clientes e descubra o que pode ser melhorado. Dessa forma, você consegue entender melhor a sua clientela e realizar alterações no Plano de Negócio, caso necessárias.

Mantenha um controle rigoroso sobre as suas finanças e garanta que tudo esteja nos conformes.

Pronto! Agora você conhece as etapas para abrir uma empresa.

Que tal conferir dicas para aumentar a competitividade do seu negócio?

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Roca. Nós podemos te ajudar!

Sucesso e até breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *